Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 17 de abril de 2011

Querido John...



Quando penso em você e eu e no que nós compartilhamos, 
sei que seria fácil para outros desconsiderar nosso tempo juntos como um 
simples produto dos dias e noites passados à beira mar, 
uma "aventura amorosa" que, a longo prazo, 
não iria significar absolutamente nada. 
É por isso que eu não conto às pessoas sobre nós. 
Elas não entenderiam e eu não sinto necessidade de explicar, 
simplesmente porque meu coração sabe o quanto foi real. 
Quando penso em você, não posso evitar um sorriso, sabendo que 
você me completou de alguma forma.
 Eu te amo, não só por agora, e eu sonho com o dia em que você 
me pegará nos braços novamente...

Nenhum comentário:

Postar um comentário