Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Sinto saudades de quem não me despedi direito... das coisas que deixei passar, de quem não tive mas quis muito ter.   ____________http://olhosdgueixa.blogspot.com/__________ 



Sinto saudades de quem não me despedi direito... das coisas que deixei passar, de quem não tive mas quis muito ter.  

Janeh Barros*

Verbos...

A diferença entre “gostar”, estar “apaixonado” e “amar”, é a mesma diferença entre “agora”, “por enquanto” e para” sempre”. 



A diferença entre “gostar”, estar “apaixonado” e “amar”, é a mesma diferença entre “agora”, “por enquanto” e "para sempre”.


Acordar ao seu lado, esse eterno amanhecer por dentro, um sol interno tão aceso, essa alegria gratuita.E existe algo em nós que é tão recíproco cúmplice e intenso.Dos nossos olhares que dizem tanto sobre tudo silenciosamente. Um movimento de corpo que é tão ao encontro o tempo todo. Da compreensão e paciência a que nos dedicamos diariamente.E o amor que permeia tanta poesia, e a poesia que se entrega inteira pras palavras que querem dizer do abraço. Seu corpo tão moldado ao meu, natureza líquida de água e jarro.Você me conduzindo à fonte de todas as coisas, lá onde o desejo se origina.E nada míngua com o passar do tempo e mesmo acreditando não ter mais espaço, cresce, flui, se imensa clareando o que era escuro e frio.Cada vez mais e mais eu preciso dizer do amor.Dessa ternura delicada. Cada vez mais o amor sendo a melhor experiência.Cada vez mais eu percebendo que se nada no mundo é definitivo, nossa história eu sei perene.Uma primavera inaugurada a cada dia.E mesmo que nada possa ser eterno, mesmo que o “pra sempre” não exista, eu sei que vou seguir te amando, pelo menos, pelos próximos 99 invernos. (E se ainda eu não consigo explicar você pra mim, eu simplesmente aceito e agradeço.)

Acordar ao seu lado, esse eterno amanhecer por dentro, um sol interno tão aceso, essa alegria gratuita.



E existe algo em nós que é tão recíproco cúmplice e intenso.


Dos nossos olhares que dizem tanto sobre tudo silenciosamente. Um movimento de corpo que é tão ao encontro o tempo todo. Da compreensão e paciência a que nos dedicamos diariamente.


E o amor que permeia tanta poesia, e a poesia que se entrega inteira pras palavras que querem dizer do abraço. Seu corpo tão moldado ao meu, natureza líquida de água e jarro.


Você me conduzindo à fonte de todas as coisas, lá onde o desejo se origina.


E nada míngua com o passar do tempo e mesmo acreditando não ter mais espaço, cresce, flui, se imensa clareando o que era escuro e frio.


Cada vez mais e mais eu preciso dizer do amor.


Dessa ternura delicada. Cada vez mais o amor sendo a melhor experiência.


Cada vez mais eu percebendo que se nada no mundo é definitivo, nossa história eu sei perene.


Uma primavera inaugurada a cada dia.


E mesmo que nada possa ser eterno, mesmo que o “pra sempre” não exista, eu sei que vou seguir te amando, pelo menos, pelos próximos 99 invernos.

(E se ainda eu não consigo explicar você pra mim, eu simplesmente aceito e agradeço.)

Janeh Barros*

Férias....

Estou de férias, agora quero é aproveitar o que a vida vai me proporcionar de bom....
Quero rir e mim divertir bem muito, quero sair e cantar....
Quero dançar e comer, quero dormir e sonhar...
Quero é mim  divertir....

Janeh Barros

O que estou lendo?

Nosso Pai, embora possa ser tão carinhoso e gentil quanto nossa mãe, foi incumbido por Deus para uma tarefa bem diferente. Cabe a ele nos ajudar a crescer, nos ensinar, por meio de palavras e exemplos, a ser fortes, trabalhadores, pessoas de confiança, homens e mulheres responsáveis e de caráter. Mesmo para aqueles que não completam a sua tarefa, os resultados podem ser supreententes, influenciando muitas gerações.

O spais citados neste LIVRO , Pais que mudaram o mundo, são homens que realmente  mudaram o mundo, contribuíndo de forma significativa para as conquistas dos seus filhos. Embora alguns desses homens não tivessem filhos biológicos, lideraram movimentos que causaram um impacto dramático nas suas gerações. Nenhum desses homens é perfeito, mas cada um é um exemplo notável dos eternos princípios na educação de uma criança. Inspire-se so ler sobre esses homens notáveis. E, então, procure tornar-se para seus filhos um PAI de influência na vida deles.

Janeh Barros

terça-feira, 24 de maio de 2011

Distâncias...

Pessoas certas moram em distâncias erradas!



Pessoas certas moram em distâncias erradas!

Buda....

Tô na Vontade....!

Minha vontade agora é sumir. Chamar você. Me esconder. Ir até a sua casa e te beijar e dizer que te amo e que você é importante demais na minha vida para eu te abandonar. (…) Lembrar de você a cada manhã. Pensar em você para dormir melhor.    [TatiBernardi]   http://meme.yahoo.com/luumeme/originals/


 Hoje deu uma vontade louca de escrever, conta pra vocês o que estou pensando e o que me vem na cabeça, que coisa louca nê? Mais é assim mesmo.... Somos loucos e pirrados quase sempre, estoou com saudades de algumas coisas: tomar banho de praia, conversar com pessoas novas, ler bons livros, sair pra dançar, brincar de pique esconde ver que coisa louca, tõ com vontade e eu simplesmente odeio ficar na vontade , não de de passar vontade...Gente espero as férias e cadê ela que não vem, espero ir ao cinema sem compromissos e sem ter hora pra voltar, que vontade....

Saudades de mim mesma, EU tô numa vontade, caramba !!!

Janeh Barros*

Cristais Finos...

Tratar o outro como uma pilha de cristais finos. Pois o ser humano é um amontoado de traumas. E cada um desses traumas merece atenção e tato, quase tratamento especial. Daí se faz a intimidade máxima: um conhece os problemas emocionais do outro, muito mais do que as suas mães ou os seus analistas jamais conheceram.   [FernandaYoung]   http://meme.yahoo.com/luumeme/originals/ 


Tratar o outro como uma pilha de cristais finos. Pois o ser humano é um amontoado de traumas. E cada um desses traumas merece atenção e tato, quase tratamento especial. Daí se faz a intimidade máxima: um conhece os problemas emocionais do outro, muito mais do que as suas mães ou os seus analistas jamais conheceram.
Janeh Barros*


domingo, 22 de maio de 2011

Amanhã, depois, acontece tudo de novo....

Meu coração continua batendo - taquicárdico, como sempre. Tá limpo. Sem ironias. Sem engano. Amanhã, depois, acontece de novo.




Caio Fernando Abreu*

O amor é?

amor poderia ser colocado em movimento rapidamente, mas o verdadeiro amor precisava de tempo para se transformar em algo forte e duradouro. O amor era, acima de tudo, compromisso e dedicação, era acreditar que o passar dos anos com uma determinada pessoa iria criar algo maior do que a soma daquilo que ambas poderiam conquistar separadamente.




[NicholasSparks in O Milagre]

Quero Fazer !?

Quero ser essa árvore de raízes profundas, de folhas que o vento leva.



Onde ainda procuro encontrar-me. Sem apelo, mesmo que não consiga



encontrar-me em qualquer desses frutos.



Serena sei que sou, dona de um sabor amargo as vezes, porém doce e



cítrico como as maças.


By Rosana Caramanu...

Muito Lindo este Filme...

Querida Julieta ,

Como se encontra o amor num clima frio ?


Per favore ! ( Susan V., A .Escócia )

... .


trecho do livro : Cartas Para Julieta


( A história das correspondências que inspiraram o filme )


~ Lise e Ceil Friedman ~

O QUE VEM DEPOIS DO AMOR?


"Queria saber: depois que se é feliz o que acontece? O que vem depois?"



Clarice Lispector*

Meu Silêncio....

"Fique em silêncio...


Sinta minha presença...

Saiba que eu sou DEUS!"



(Bíblia)

domingo, 15 de maio de 2011

Over the rainbow .....Além do Arco-Íris...



 
Somewhere over the rainbow,

Way up high

There's a land that I heard of once,

In a lullaby.

Somewhere over the rainbow,

Skies are blue.

And the dreams that you dare to dream

Really do come true.

Someday I'll wish upon a star

And wake up where the clouds are far behind me...

Where troubles melt like lemon drops,

Way above the chimney tops,

That's where you'll find me...

Somewhere...


Bluebirds fly,

Birds fly over the rainbow

Why oh why can't I?

Luiza Possi*

Flores...

Olhei até ficar cansado

De ver os meus olhos no espelho

Chorei por ter despedaçado

As flores que estão no canteiro

Os punhos e os pulsos cortados

E o resto do meu corpo inteiro

Há flores cobrindo o telhado

E embaixo do meu travesseiro

Há flores por todos os lados

Há flores em tudo que eu vejo


A dor vai curar essas lástimas

O soro tem gosto de lágrimas

As flores têm cheiro de morte

A dor vai fechar esses cortes

Flores

Flores

As flores de plástico não morrem


Olhei até ficar cansado

De ver os meus olhos no espelho

Chorei por ter despedaçado

As flores que estão no canteiro

Os punhos e os pulsos cortados

E o resto do meu corpo inteiro

Há flores cobrindo o telhado

E embaixo do meu travesseiro

Há flores por todos os lados

Há flores em tudo que eu vejo


A dor vai curar essas lástimas

O soro tem gosto de lágrimas

As flores têm cheiro de morte

A dor vai fechar esses cortes

Flores

Flores

As flores de plástico não morrem

Flores

Flores

As flores de plástico não morrem.



Titãs*

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Pedido para 2011...



Eu não Quero Muito.....Eu Quero Mais....

'Dizem que a gente tem o que precisa. Não o que a gente quer. Tudo bem. Eu não preciso de muito. Eu não quero muito. Eu quero mais. Mais paz. Mais saúde.Mais dinheiro. Mais poesia. Mais verdade. Mais harmonia. Mais noites bem dormidas. Mais noites em claro. Mais eu. Mais você. Mais sorrisos, beijos e aquela rima grudada na boca. Eu quero nós. Mais nós. Grudados. Enrolados. Amarrados. Jogados no tapete da sala. Nós que não atam nem desatam. Eu quero pouco e quero mais. Quero você. Quero eu. Quero domingos de manhã. Quero cama desarrumada, lençol, café e travesseiro. Quero seu beijo. Quero seu cheiro. Quero aquele olhar que não cansa, o desejo que escorre pela boca e o minuto no segundo seguinte: nada é muito quando é demais.'


Janeh Barros Pedido para 2011

Explicação !!!



Se você sabe explicar o que sente, não ama, pois o amor foge de todas as explicações possíveis.

Drummond *







Seus olhos e seus olhares

Milhares de tentações

Meninas são tão mulheres

Seus truques e confusões

Se espalham pelos pêlos

Boca e cabelo

Peitos e poses e apelos

Me agarram pelas pernas

Certas mulheres como você

Me levam sempre onde querem



Garotos não resistem

Aos seus mistérios

Garotos nunca dizem não

Garotos como eu

Sempre tão espertos

Perto de uma mulher

São só garotos



Seus dentes e seus sorrisos

Mastigam meu corpo e juízo

Devoram os meus sentidos

Eu já não me importo comigo

Então são mãos e braços

Beijos e abraços

Pele, barriga e seus laços

São armadilhas e eu

não sei o que faço

Aqui de palhaço

Seguindo seus passos



Garotos não resistem

Aos seus mistérios

Garotos nunca dizem não

Garotos como eu

Sempre tão espertos

Perto de uma mulher

São só garotos


Seus olhos e seus olhares

Milhares de tentações

Meninas são tão mulheres

Seus truques e confusões

Se espalham pelos pêlos

Boca e cabelo

Peitos e poses e apelos

Me agarram pelas pernas

Certas mulheres como você

Me levam sempre onde querem



Garotos não resistem

Aos seus mistérios

Garotos nunca dizem não

Garotos como eu

Sempre tão espertos

Perto de uma mulher

São só garotos



Seus dentes e seus sorrisos

Mastigam meu corpo e juízo

Devoram os meus sentidos

Eu já não me importo comigo

Então são mãos e braços

Beijos e abraços

Pele, barriga e seus laços

São armadilhas e eu

não sei o que faço

Aqui de palhaço

Seguindo seus passos



Garotos não resistem

Aos seus mistérios

Garotos nunca dizem não

Garotos como eu

Sempre tão espertos

Perto de uma mulher

São só garotos

Leoni*



Te amei no passado

Te amo no presente

Se o futuro permitir

Te amarei eternamente.

* Janoca *

Los Hermanos....

             

             Um brilho intenso, um desejo, eu quero um beijo, um beijo imenso, onde eu possa me    afogar…
Los Hermanos *

             


Quem foi que disse que é impossivel ser feliz sozinho?

Vivo tranquilo, a liberdade é que me faz carinho...

Marisa Monte - Satisfeito

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Seu Abraço...


Minhas Sensações....


A sensação do abraço apertado, o carinhoso, o apaixonado.

O beijo que eu não sei se faz smak, o junto com chiclete, o que você toda hora pede.

As cócegas que me deixam arrepiada.

A mordida na orelha que parece engraçada e

tua respiração ofegante que me deixa excitada.

As tuas poucas palavras bonitas, as tuas mãos que eu acho lindas e as minhas mordidas que deixam marcas.

São difíceis descrever, quando não estou com você, porque são mais profundas que a alma e eu só quase consigo apalpá-las quando estou amando você.

Hoje eu sei quem sou, hoje eu tenho a minha personalidade formada. Depois de ter sofrido várias vezes e também de ter sido muito feliz; depois de ter me decepcionado com tudo & todos e com isso ter aprendido o valor dos meus fiéis; depois de ter que levar na cara e aprender assim que as coisas não são como queremos e sim como merecemos. Hoje eu posso afirmar que eu sou uma pessoa forte, e que tem bastante fé. Eu aprendi a me valorizar, aprendi que eu não preciso provar nada pra ninguém pra ser feliz, aprendi que o que é verdadeiro permanece'... aprendi inúmeras coisas. E de tudo o que eu já passei, eu tenho uma lição pra levar: Se você não quer que no futuro uma coisa aconteça, no seu presente não dê espaço nem para começar. Hoje a minha fé, meu amor-próprio e a minha força de vontade, são os meus maiores orgulhos. E eu vou levar isso pra vida toda !
* Janeh Barros *

O que te Faz Feliz?


O que te faz feliz? Acordar sem o despertador, colocar leite no copo e encontrar a lata de Toddy quase vazia, mas descobrir que aquela quantidade é o suficiente, abrir o pote de sorvete e encontrar sorvete e não feijão congelado, encontrar dinheiro no bolso da calça, achar alguma foto de algum momento especial que você não conseguiu registrar na câmera de alguém, estar vestida de qualquer jeito, e com o pior humor do mundo e alguém te chamar de linda na rua, chegar na padaria e descobrir que o pão acabou de sair do forno, alguém colocar créditos no seu celular por engano, receber uma mensagem de alguém que você nem esperava que tivesse ou lembrasse do seu número, descobrir que sua mãe fez sua comida favorita pro almoço, receber sua prova e ver que não foi tão mal quanto pensava, estar desesperada pra terminar alguma tafera e descobrir que você marcou a data errada, que ela ainda é pra semana seguinte, saber no Domingo à noite que no outro dia você terá um compromisso com sua mãe e não vai poder ir a aula, ligar o rádio e no mesmo minuto começar sua canção favorita, conseguir ficar num ótimo lugar no show do seu ídolo, pensar numa roupa pra uma ocasião e ela dar certo, ganhar abraços espontâneos e ouvir “eu te amo” sem nenhum motivo especial, ganhar uma festa surpresa no seu aniversário, contar uma piada idiota e mesmo assim as pessoas rirem bastante, descobrir que sua melhor amiga está tão triste quanto você por terem brigado, entender uma matéria que parecia impossível, descobrir coisas em comum com a pessoa especial, saber que alguém que você tem pouco contato nunca esquece de você, saber que alguém também lembra daquela tal situação pequena e boba que marcou muito pra você, encontrar uma música que pareça que foi feita pra você ou pro momento que você está vivendo, ganhar um sorriso de alguma criança desconhecida na rua, chegar em casa de mau humor e mesmo assim ver aquele bichinho peludo vir correndo te lamber e fazer festa por sua chegada, ficar sozinha em casa, ligar o som alto, dançar na frente do espelho, comer porcarias o dia inteiro, demorar muito no banho, dormir no sofá e acordar na sua cama, sonhar com as coisas que você queria que acontecesse e mais um milhão de coisas tão simples, mas que são as que realmente te fazem feliz e muitas vezes você nem sabe.







Sorri quando a dor te torturar

E a saudade atormentar

Os teus dias tristonhos vazios



Sorri quando tudo terminar




*Janeh*
Pra Falar De Amor


Dentro de mim

Há tristeza sem fim

E eu preciso encontrar minha paz

Pra sorrir ou chorar

Tanto faz

Pra lembrar de nós dois

E deixar essa dor me deixar te dizer


Ai, como eu gostaria de te encontrar

Pra falar de amor, pra falar..


Ontem pensei que estaria melhor

Sem você, sem nós dois


Poderia viver


O meu mundo se pôs entre recordações

E a vontade de ser novamente seu par



Ai, como eu gostaria de te encontrar

Pra falar de amor, pra falar de amor.

Pés Cansados....

Fiz mais do que posso


Vi mais do que aguento

E a areia nos meus olhos é a mesma

que acolheu minhas pegadas



Depois de tanto caminhar

Depois de quase desistir

Os mesmos pés cansados voltam pra você

Pra você



Eu lutei contra tudo

Eu fugi do que era seguro

Descobri que é possível viver só

mas num mundo sem verdade



Depois de tanto caminhar

Depois de quase desistir

Os mesmos pés cansados voltam pra você

Pra você



Sem medo de te pertencer

voltam pra você



Depois de tanto caminhar

Depois de quase desistir

Os mesmos pés cansados voltam pra você

Pra você



Meus pés cansados de lutar

Meus pés cansados de fugir

Os mesmos pés cansados voltam pra você

Pra você



*Sandy Leah
Te aamei no passado

Te amo no presente

Se o futuro permitir

Te amarei eternamente.

* Janoca *

sexta-feira, 22 de abril de 2011


"As coisas boas chegam com o tempo. As melhores chegam de repente. ''
                                                                            * Janeh Barros *

Versos Simples - Chimarruts


Sabe, já faz tempo

Que eu queria te falar

Das coisas que trago no peito



Saudade, já não sei se é

A palavra certa para usar

Ainda lembro do seu jeito



Não te trago ouro

Porque ele não entra no céu

E nenhuma riqueza deste mundo



Não te trago flores

Porque elas secam e caem ao chão



Te trago os meus versos simples

Mas que fiz de coração


                                                                                                                   * Janeh Barros *     

Quando me amei de verdade...




Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.




E então, pude relaxar.



Hoje sei que isso tem nome... Auto-estima.



Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.



Hoje sei que isso é...Autenticidade. Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.



Hoje chamo isso de... Amadurecimento.



Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.



Hoje sei que o nome disso é... Respeito.



Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.



Hoje sei que se chama... Amor-próprio.



Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.



Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.



Hoje sei que isso é... Simplicidade.



Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei muitas menos vezes.



Hoje descobri a... Humildade.



Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.



Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é... Plenitude.
Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.







Tudo isso é... Saber viver!!!
Charles Chaplin



























































Já desejou que pudesse voltar no tempo só para se lembrar como era quando as coisas faziam sentido?







Prison Break
                                                                 *Janeh Barros*

Abril... Mês do Meu Niver...



O passado volta com a força das suas cores, traz lembranças, invadi a casa, tingi o quintal e borra o meu coração! As cores se misturam e de presente de aniversário, eu quero: saúde, amor, tranquilidade, paz e perseverança. Amores felizes sempre, para sempre, sempre.

Sempre, para sempre, sempre.



Sempre, para sempre,sempre.



Sempre, para sempre. sempre...



terça-feira, 19 de abril de 2011

Mafalda y Literatura

Mafalda grande se parece a Raquel, su mamá. Igualita. Idéntica. La misma molécula de agua. Su primera vez no fue con Felipe. Ni con Miguelito. Mafalda se acostó con Manolito, bruto, imbécil pero tremendamente carnal. Hicieron el amor, contra los estantes de tomate y sandía de Almacén Don Manolo. Mafalda no tuvo tiempo de pensar en Felipe. Fue un zarpazo, una ocasión desmedida y estimulante. Al otro día Mafalda sale a dictar el curso de DIH en la universidad, con su bolso de cuero y sus sandalias de meter el dedo. Nada de los zapatos cerrados y de charol negro que usaba de niña.
Mafalda ya no escucha The Beatles. Escucha Cold Play. Y su hermano menor, el Guille estudia música. Cambió el placer de comer la tierra de las macetas por la nicotina. Y Mafalda ya puede darse el gusto de no tomarse la sopa. Nunca, jamás. Tampoco entra a la cocina a menos que sea para comer. Mafalda no sabe cómo usar una plancha. Espera que toda la ropa del closet éste sucia para mandarla a lavar. El sábado, único día de la semana que dedica a los quehaceres domésticos. Vaciar ceniceros, abrir ventanas. Sacar botellas de licor y barrer el felpudo.

A veces Mafalda amanece con alguien, debe tomar la difícil decisión de permitirle salir a traer el desayuno o pasar el día con él. Probablemente escoja lo primero. O lo segundo, el tipo de cosas que haría Mafalda acompañada no consiste en leer ni en hablar sobre política ni de tratados de paz. Mafalda se divierte sobre la cama o viendo televisión. Hace el amor y no la guerra. Se entretiene acompañada o en soledad.

Disfruta su compañía y se regala pequeños placeres.
Va a la playa o a cine. Lee revistas de modas o literatura. Mafaldita aprendió que la vida no debe tomarse demasiado en serio, que nada es personal.
No sufre la paranoia de Susanita.
No consume Nervocalm pero toma red bull.
Mafalda comió libro toda su niñez. Toda su adolescencia. La mejor inversión de su vida.

Ahora lee por placer. Por amor, por deseo. Escoge los libros como a los hombres, con ojo clínico, agudeza visual y olfativa. Pero a veces se equivoca en el lomo o en el título. Más de una vez ha dejado un libro a la mitad. Y otras, lo ha cerrado en la primera línea. Hastiada. Asqueada. O feliz.


Karim Quiroga

Superhéroes animados